segunda-feira, 19 de março de 2012

DEFICIENTE? EU?





Sim, sou DEFICIENTE SIM!

Cara tem certas situações que chega a ser engraçado. As pessoas não sabem lidar ou chegar e conversar com pessoas que possuem alguma Deficiência. Tem medo de ofender ou falar algo errado que o deficiente não goste. Depois de falarem algo que achem ofensivo para a pessoa, eles se arrependem e tentam consertar e todas as vezes, a emenda sai pior do que o soneto. Coitados, ficam todos desconcertados se explicando daqui e dali. Eu, particularmente, me divirto, mas tento explicar que não fui ofendido.

Realmente, não é fácil “se chegar” e ter certos ‘papos’ com deficientes quando você não conhece a realidade da pessoa. E isso é sério. Será que uma pessoa totalmente desprovida de visão pode assinar algum documento, por exemplo? Faço a mesma pergunta a um tetraplégico, será que ele, pelo menos, consegue escrever? Difícil né? Pra mim também é difícil. Não é fácil não gente.

Outro dia fui dar um rolezinho pela city com a thurma. Fomos ao super show 0800 do afamado Arnaldo Antunes oferecido pela UFRR (Universidade Federal de Roraima). Esse cara, rockeiro na época da banda Titãs que depois virou um Tribalista, se transformou num bregueiro de primeira. Que show horrível gente. Fui esperando uma coisa e essa coisa, no final das contas, acabou sendo uma coisa mesmo. Mas o que importa é o que aconteceu depois.

Vamos lá então?


 Terminamos a noite no bar do Chacrinha Chopps. Era a reinauguração de seu estabelecimento depois de uma reforma e ampliação do ambiente que mesmo assim, esqueceram de um banheiro acessível. Lá podemos ouvir um bom Rock'n'Roll. Estávamos todos conversando e coisa tal quando um pessoal chega ao estabelecimento fazendo panfletagem de um show de humor Stand Up do ator Edson Duavy – Pretinho Básico é o nome do espetáculo – que seria no auditório da Escola de Música do Parque Anauá.



 O rapaz me deu um panfleto e eu o perguntei se o local era acessível. Ele me explicou que o local era todo acessível e disse ainda que eu não pagaria pela entrada que custava R$ 25,00 (vinte e cinco reais). Só que até aí tava tudo tranqüilo e eu adorei a idéia de não pagar a entrada e até brinquei com ele perguntando se meu acompanhante não pagaria também. Só que ele me disse que eu era isento da entrada da seguinte forma: “Você, que é deficiente, não paga sabia?” Foi aí que ele ficou sem jeito porque eu disse que não sabia disso e ele pensou que eu tinha ficado ofendido.


Aí ele tentou se explicar de todo jeito que eu não era deficiente, mas que tinha uma deficiência e coisa e tal. O rapaz se enrolou todinho e ficou naquele lenga lenga uns cinco minutos. Na hora eu fiquei todo sem jeito também tentando explicar a ele que eu não tinha me ofendido e, que realmente, eu era de fato, DEFICIENTE. Resumindo a história, acabou que ele me prometeu entrada franca para quem eu levasse da família e que eu podia o procurar porque ele estaria na bilheteria. Ainda bem que minha família é pequena porque senão o prejuízo seria grande Óh! kkkkkkkkkk

Moral da história!

Cuidado como você se dirige a uma Pessoa com Deficiência e procure entender cada Deficiência para não causar e nem passar por nenhum tipo de constrangimento.


Um grande abraço a todos. 

8 comentários:

  1. kakakakaka... isso tudo pq ele não te conhece Lu... e não sabe que você é uma pessoa totalmente desencanado com sua deficiência!!! muito boa a postagem!!! bjinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito engraçdo Kelly, depois eu contei pra galerinha e eles se acabaram de rir, claro, da forma que contei...kkkkkkkkkkkkkk

      Beijão!!!

      Excluir
  2. Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiii teu post!!

    Nunca me esqueço no dia em que fui ao Scaut e não tinha lugar para eu sentar e vocÊ disse logo: "- para mim isso não é problema, afinal, eu já tenho minha cadeira"!

    hahahahahahahahaha

    Adoro teu bom humor! És um exemplo a ser seguido!

    Grande beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larisse que bom vc por aqui.

      Pois é, eu sempre digo que eu não preciso me preocupar com a falta de lugares (cadeira) pq eu já saiu de casa com meu 'lugarzinho' garantido.....kkkkkkkkkkkk

      Beijão gatinha!!!

      Excluir
  3. aiaiaiai Luiz!!!! rsrsrsrs...
    Essas coisas sempre acontecem, não é verdade? É engraçado por mais que todos tentem agir com naturalidade, acabam falando algo que acham que ofendeu...
    Mas o que importa é vc agir com naturalidade e não se ofender e fazer dessas situações momentos de descontração e usar seu humor pra se divertir(como sempre faz)... Adoro seu bom humor!!! bjus. Shirley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley,

      Meu humor negro tá ficando que nem o falecido Michael Jackson, acho que tá ficando branco, acho que o Vitiligo tá tomando conta do meu humor....kkkkkkkkk

      Beijão gata!!!!

      Excluir
  4. Grande amigo achei muito sensato sua colocação.

    Tomei a liberdade de adicionar seu blog na minha lista de blogs espero que não se importe. Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Léo,

      Fique a vontade amigo.

      Um grande abraço.

      Excluir